quarta-feira, 26 de maio de 2010

Raiva

Grrrrrrrrrrrrrrrrrr!
Raiva aperta o dente, ferve o estômago,
bagunça a mente, corrói a alma, apimenta o dia.
Raiva de quê? De quem?
Nem!...
Pega uma almofada, vai...
Vai socando, gritando, xingando.
Chora se for preciso, solta um palavrão.
Joga longe a almofada, esperneia, faz pirraça...
Chupa bala chita, toma ducha fria, medita,
espreguiça, espirra!
(Saúde.)
Mas tira essa raiva de dentro de você, faça-me o favor.
Expurga esses demônios, manda a raiva embora, exorcisa.
(Precisa.)

6 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkk....eu ri !! Mas tem momentos que me sinto exatamente assim !!! Adorei seu blog....estarei te seguindo !! Abraço

    ResponderExcluir
  2. Tem que rir pra não chorar, Silvia!
    Seja muito bem-vinda, volte sempre!
    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Era assim que me sentia ontem...

    ResponderExcluir
  4. Que bom que oontem se transforma em hoje, Dayane!...
    Bom te ver por aqui!
    Abraço

    ResponderExcluir
  5. isso mesmo
    faça qualquer coisa, só não se reprima!!

    te leio muito, comento pouco e continuo adorando.
    abraço.

    ResponderExcluir
  6. Tirar a raiva de dentro da gente é libertador, Suellen! E dá um alívio danado!
    É muito bom ter você como leitora!
    Apareça sempre que der!
    Abração!

    ResponderExcluir