quinta-feira, 7 de abril de 2011

Sexo e afeto

Engraçado. O mesmo sexo que esquenta, aproxima, seduz e encanta os namorados parece tirar férias no casamento. Longe da cama, vai parar no divã, no boteco, no desabafo entre as amigas, na cervejinha entre os amigos. E o que era pra ser prazer vira queixa. O que era pra ser encontro vira desencontro. O que era pra ser proximidade vira distância.
Baco, cadê você? Onde estás que não responde? (...) Por que o silêncio das taças, a secura do vinho, a garrafa quebrada?
E aí essa conversa daria uma tese. Retomando o último post, "a questão talvez esteja justamente na diferença entre os sexos. Na forma como a mulher e o homem vivem esse convite pro amor."
Os homens, práticos e objetivos que são, sentem falta de sexo e vão direto ao assunto. Apreciam qualidade, quantidade, criatividade. Que leve uma noite inteira ou uma "rapidinha" na manhã de segunda-feira, o sexo está no sangue, nas veias. Não pode faltar.
Para as mulheres, o afeto vem como senha para o sexo. E não se trata  apenas das preliminares, tão cobradas por elas. Nem tampouco de romantismo de pétalas de rosa. Trata-se do afeto diário, cotidiano, presente nas mais variadas formas e possibilidades: um beijo mais demorado, um telefonema sem quê nem porquê, um toque na mão, uma conversa gostosa na beira do fogão. Atenção afetiva, assim resumiria o sexo feminino.
E aí esses opostos vão se atraindo: sol e lua, café com leite, goiabada com queijo.
Se o dia é preenchido com afeto, a noite vira um convite especial para o sexo. E se o que vem daí é uma longa noite de amor, o dia seguinte promete. Os casais vão ficando mais juntos, mais conectados, mais amáveis e amantes.
Na toada desse delicioso ciclo vicioso, o sexo não precisa tirar férias nem fazer greve. Precisa fazer o que ele mais sabe fazer: amor.

4 comentários:

  1. Claudia Winter Lemos8 de abril de 2011 20:21

    Oi Querida!!! Adorei esse texto!!!As formas de encarar o sexo são assim mesmo...
    Mas temos que sempre tentar encontrar o meio termo...conversando muito,ficando mais próximo,ouvindo mais...
    Enfim...coisas da vida,coisas do AMOR!!!!!!
    Muitos beijos...

    ResponderExcluir
  2. Claudia querida, o caminho do meio é mesmo sempre o mais bonito.
    Beijo, saudades!

    ResponderExcluir
  3. Perfeito, amiga, lindo demais! Saudades, beijo.

    ResponderExcluir
  4. Que bom que você gostou, querida Vick!
    Saudade também, amiga!

    ResponderExcluir