quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Rotina de trabalho

Trabalho no oitavo andar com vista pro mar.
Entre uma pausa e outra, café com biscoito,
descanso os olhos sobre o verde-azul infinito
que decora o fundo de tela do meu computador.
....................................................................
Trabalho no oitavo andar com vista pro AMAR.
Entre uma caixa de lenço e outra, detenho os olhos
sobre as mais variadas espécies de dor.
A dor de quem perdeu alguém.
A dor de quem procura alguém.
A dor de existir. A dor de sumir.
A dor de amar. A dor de remar.
A dor de crescer. A dor de nascer.
A dor da culpa. A dor da luta.
A dor da mãe, do pai, do filho.
A dor de barriga, cabeça, cílio.
A dor da profissão. A dor da escuridão.
A dor do trauma. A dor da alma.
A dor do rompimento. A dor do ligamento.
A dor de mendigar amor.
A dor da idade. A dor da infertilidade.
A dor do encontro. A dor do desencontro.
A dor do vazio. A dor de ver navios.
A dor do ser. A dor do ter.
A dor do estudo. A dor de tudo.
.............................................................
Entre uma dor e outra, avisto o mar
transbordar pelos olhos de quem chora.

10 comentários:

  1. Lindo texto.
    André

    ResponderExcluir
  2. Mais lindo que ler é viver tudo isso, Dé.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Achei seu blog por acaso e estou seguindo... se puder, visite o meu: www.brisaetempestade.blogspot.com

    Bjs,

    Fernanda

    ResponderExcluir
  4. Bacana, Fernanda, obrigada pela visita! Já ouvi falar do seu blog, darei um pulo lá com certeza!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Num dia quente como o de hoje, abrir seu blog e dar de cara com um mar lindo desse é um presente, Renata!
    Amei o texto também!
    Mil beijos

    ResponderExcluir
  6. Ana querida, fico com a mesma alegria ao "te ver" por aqui!...
    Beijos carinhosos, cuide-se bem!

    ResponderExcluir
  7. mar almado com duas bolas de cristal! lindo texto, parabéns!

    ResponderExcluir
  8. Cristal frágil mas de uma força imensa, Cândida!
    Obrigada pela visita, volte sempre!

    ResponderExcluir
  9. Texto que transborda em ondas, querida e competente amiga. Bê ijos

    ResponderExcluir
  10. Ondas que inundam alma e energia, Bê!
    Abraço carinhoso!

    ResponderExcluir