terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Álibi perfeito


Podem me chamar de manteiga derretida, mãe judia, o que for. Fato é que o Léo está curtindo as férias com a vovó Clara em plena Patagônia, alternando a farra entre baleias e pinguins, e quando tocou uma música bonita no carro me deu um ataque de saudade dele. No espelho retrovisor, vi uns olhos meio molhados, embargados de emoção.
Fato é também que ele é lembrado toda hora aqui em casa, especialmente pela irmã, que de quinze em quinze minutos pergunta:
- Cadê o Léo?
Mas hoje foi demais. A baixinha resolveu colorir a parede lá de casa, e quando eu perguntei:
- Quem foi que fez isso?
- Foi o Léo!...
Pode?!

4 comentários:

  1. Muito bakana seu blog Renata! Supresa boa te encontrar por aqui. Um grande abraço, e se puder, visite lá!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela visita, Farofa!
    Abração!

    ResponderExcluir
  3. Essa aí vai ser osso de pegar no pulo, REnata rsrsrs

    ResponderExcluir
  4. Nem me fale, redatozim!... A danadinha começou cedo!...
    Abração!

    ResponderExcluir